Ministro Celso de Mello tira licença do STF

A informação foi confirmada pelo gabinete do ministro, que se aposentará em 1.º de novembro

Por Igor Gadelha, CNN  
19 de agosto de 2020 às 13:01 | Atualizado 19 de agosto de 2020 às 13:51

 

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), tirou licença nesta quarta-feira (19) para tratamento de saúde.

A informação foi confirmada pelo gabinete do ministro à CNN. O prazo da licença é indeterminado.

Celso de Mello é o ministro mais antigo da Corte e se aposentará em 1.º de novembro, quando completará 75 anos, idade de aposentadoria compulsória de servidores públicos.

Ministro Celso de Mello em sessão no Supremo Tribunal Federal (STF)
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Leia também:

Conselho do MP vai recorrer de decisão de Celso de Mello que beneficiou Deltan

Quem são os próximos ministros a deixar o STF

O ministro avisou a colegas da corte que se licenciará para realizar uma cirurgia, sem dar mais detalhes.

A licença do ministro pode alterar o rumo de alguns julgamentos. O voto de Celso de Mello é considerado muito imprevisível, principalmente em temas relacionados à Lava Jato.

O ministro integra a 2ª Turma da Corte, que será a responsável por julgar a suspeição do ex-juiz Sergio Moro pedida pela defesa do ex-presidente Lula. Os advogados do petista acusam Moro de ter sido parcial no julgamento do processo do tríplex do Guarujá (SP).