'Consciência tranquila', diz governador em exercício no RJ, Cláudio Castro

Vice de Wilson Witzel tambémfoi alvo da investigação que afastou o cabeça de chapa

Anna Satie, da CNN
28 de agosto de 2020 às 16:44 | Atualizado 28 de agosto de 2020 às 18:40
O vice-governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O núcleo de imprensa do governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), afirmou em comunicado nesta sexta-feira (28) que ele lamenta os acontecimentos desta manhã, mas que está com a "consciência tranquila". 

"Advogado de formação, ele confia na Justiça e na garantia ao amplo direito de defesa a todos os envolvidos, para que os fatos possam ser devidamente esclarecidos para a sociedade", diz o texto. 

Castro também foi alvo da operação Tris In Idem, que afastou Wilson Witzel (PSC) do governo fluminense. A investigação apura desvios e lavagem de dinheiro destinado ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Leia também:

Relembre a cronologia do caso levou ao afastamento de Witzel do governo do RJ

Quem é Cláudio Castro, o cantor católico que assume o lugar de Witzel no RJ

O que significa Tris in Idem? Entenda o nome da operação que afastou Witzel

A nota também diz que Castro agirá para que a economia e os cidadãos não sejam afetados e reitera a "importância do respeito ao cumprimento do devido processo legal, pilar da democracia".

O texto termina dizendo que o governador em exercício acredita que o mandato é uma missão confiada a ele por Deus, e que "Ele lhe dará a sabedoria para conduzir o estado com firmeza". 

Castro fez carreira como cantor gospel católico e tem dois álbuns lançados. 

(Com informações de Maria Mazzei, da CNN no Rio de Janeiro)