Presidente Jair Bolsonaro fará cirurgia para retirada de cálculo renal

À CNN, o presidente afirmou que o cálculo está um pouco maior que um grão de feijão e que fará uma cirurgia para retirá-lo em setembro

Leandro Magalhães, da CNN, em Brasília
31 de agosto de 2020 às 20:22 | Atualizado 26 de janeiro de 2021 às 17:17

Nesta segunda-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro compareceu, às 18h, ao departamento médico do Palácio do Planalto e foi submetido a uma ultrassonografia. Ele foi diagnosticado com cálculo renal.

À CNN, o presidente afirmou que o cálculo está um pouco maior que um grão de feijão e que fará uma cirurgia para retirá-lo em setembro.

Leia também:

Bolsonaro está ‘99%’ decidido a voltar ao PSL e se reunirá com Bivar para acordo

Bolsonaro pede a ministros sintonia e crença no projeto para evitar brigas

"Senti um incômodo e fui fazer o exame. Mas estou bem. Isso é coisa da idade", afirmou.

No dia 6 de julho, a CNN divulgou que o presidente apresentava sintomas da Covid-19. Jair Bolsonaro afirmou que estava com febre de 38 graus, 96% de oxigenação, e disse que havia iniciado o tratamento com hidrocloroquina e azitromicina. No dia seguinte, o presidente divulgou que o exame deu positivo.

Jair Bolsonaro permaneceu 19 dias em isolamemento no Palácio da Alvorada. Refez o exame mais duas vezes e testou negativo no dia 25 de julho.

O presidente da República, Jair Bolsonaro
O presidente da República, Jair Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa/PR (29.ago.2020)