Governador interino do RJ volta a Brasília e planeja mudanças na próxima semana


Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
08 de setembro de 2020 às 08:20

O governador interino do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), volta a Brasília nesta terça-feira (8) para reuniões com a equipe econômica. À tarde, ele tem encontro marcado com o secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal.

Segundo auxiliares, Castro deve tratar da prorrogação por mais tempo do Regime de Recuperação Fiscal do Estado, que prevê a adoção de uma série de medidas de equilíbrio fiscal, em troca da suspensão do pagamento da dívida com a União.

Leia também:
Em reunião fora da agenda, Maia promete ajudar governador interino do Rio
Witzel está ‘morto politicamente’, avaliam ministros e cúpula do Congresso

Na última quinta-feira (3), Castro se reuniu na capital federal com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Após o encontro, anunciou que o governo prorrogaria por seis meses o regime enquanto negocia prorrogação por mais tempo.

O governador em exercício Cláudio Castro, que assumiu o governo do RJ

O governador em exercício Cláudio Castro, que assumiu o governo do Rio de Janeiro após o afastamento de Wilson Witzel

Foto: Reprodução/CNN (4.set.2020)

Para marcar essas reuniões com a equipe econômica do governo federal, o governador fluminense tem contado com a ajuda, nos bastidores, do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho mais velho do presidente da República.

Mudanças

De acordo com auxiliares, o governador interino planeja iniciar as mudanças em seu secretariado a partir da próxima semana, quando espera que a Assembleia Legislativa do Rio vote o impeachment do governador Wilson Witzel.