PCdoB desiste de candidatura própria e apoiará Benedita à prefeitura do Rio


Stéfano Salles, da CNN no Rio 
15 de setembro de 2020 às 21:40
Benedita da Silva

 

Foto: Gabriela Korossy/ Agência Brasil

O PCdoB desistiu da pré-candidatura da deputada estadual Enfermeira Rejane à prefeitura do Rio de Janeiro. A parlamentar divulgou uma carta nas redes sociais, na qual expressa que, por decisão da direção nacional do partido, a sigla caminhará junto com a candidatura do PT, liderada pela ex-governadora Benedita da Silva, na disputa pelo Palácio da Cidade. 

Leia também:

MDB lança vereador Paulo Messina candidato à prefeitura do Rio

Pros lança deputada Clarissa Garotinho como candidata a prefeita do Rio

Vereadores abrem CPI para investigar funcionários ligados ao prefeito do Rio

Rejane foi o segundo nome escolhido pelo partido no período de pré-campanha. A ideia original era indicar ex-Ministro do Trabalho Brizola Neto, que se juntou à sigla após a fusão com o PPL. No entanto, Brizola Neto não conseguiu mudar de domicílio eleitoral a tempo. Ele ainda está atrelado a São Gonçalo, cidade do Grande Rio, pela qual foi candidato a prefeito em 2016. 

Em um trecho da carta, Rejane diz: “Diferente de qualquer outro partido, o PCdoB é pautado pelo centralismo democrático. A premissa desse método é que nossos quadros e militantes têm ‘liberdade de discussão e unidade total na ação’ (...) Isso posto, acato a decisão de meu partido de retirar minha candidatura à prefeita do RIO cidade que está gravada no meu coração e mente e é parte de minha identidade”.

Presidente municipal do PCdoB no Rio de Janeiro, Rodrigo Weirzs confirma que o acordo com o PT tem a ver com uma aliança nacional, que envolve outras capitais. 

“Temos uma aliança, a ideia era uma frente ampla para derrotar a direita. Conversamos com vários partidos, e escolhemos a candidatura de esquerda com melhor posição em nossas pesquisas. Temos um acordo com o PT, que apoia candidaturas importantes para nós, como a de Manuela D’Ávila à prefeitura de Porto Alegre, e de Rubens Júnior, em São Luís”, explica. 

O partido vai indicar o nome para compor a chapa como vice-prefeito. Ainda não está definido. O PT fará sua convenção nesta quarta-feira, último dia para eventos deste tipo, às 10h. Quatro horas depois terá início a do PCdoB. 

A corrida ao Palácio da Cidade tem 11 candidatos confirmados até o momento. Foram lançadas as candidaturas de Clarissa Garotinho (PROS), Cyro Garcia (PSTU), Eduardo Paes (DEM), Fred Luz (Novo), Glória Heloíza (PSC), Henrique Brazil (PCO), Luiz Lima (PSL), Marcelo Crivella (Republicanos), Martha Rocha (PDT), Renata Souza (PSOL) e Sued Haidar (PMB).