Bolsonaro participa da Cúpula da Biodiversidade da ONU nesta quarta

Em um discurso considerado tranquilo por interlocutores do presidente, Bolsonaro deverá defender a Amazônia

Leandro Magalhães, da CNN, em Brasília
30 de setembro de 2020 às 00:04 | Atualizado 30 de setembro de 2020 às 10:36

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursará nesta quarta-feira (29) na Cúpula da Biodiversidade da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio de um vídeo, segundo apuração da CNN.

Em um discurso considerado tranquilo por interlocutores do presidente, Bolsonaro deverá defender a Amazônia. A maneira como o governo tem lidado com a floresta é alvo de críticas de ONGs e chefes de estado, como o presidente francês Emmanuel Macron.

Leia também:

Em 18 anos, Amazônia perdeu 269 mil km², indica estudo

Somos vítimas de campanha brutal de desinformação, diz Bolsonaro; leia discurso

Queimadas no Pantanal: 5 respostas para as perguntas mais comuns

Setembro de 2020 no Amazonas já tem 45% mais queimadas do que em 2019

Também deverá ressaltar a importância da sustentabilidade com o desenvolvimento, além de citar a biodiversidade como um catalisador do desenvolvimento econômico.

O discurso do presidente brasileiro foi gravado na tarde dessa terça, no Palácio do Planalto, e será exibido em reunião na sede da ONU em Nova Iorque.

Participarão do encontro ainda 22 autoridades, entre as quais a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, os primeiros-ministros da Itália, Giuseppe Conte, e do Reino Unido, Boris Johnson.

A Cúpula das Nações Unidas sobre Biodiversidade, convocada pelo presidente da Assembleia Geral, Volkan Bozkir, terá como tema "Ação Urgente de Biodiversidade para o Desenvolvimento Sustentável".

O presidente da República, Jair Bolsonaro.
Foto: REUTERS/Adriano Machado