Indicação de Kassio Nunes ao Supremo será publicada amanhã, diz Bolsonaro à CNN


Leandro Magalhães, da CNN, em Brasília
01 de outubro de 2020 às 19:19 | Atualizado 01 de outubro de 2020 às 19:55


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou à CNN, nesta quinta-feira (1º), que escolheu o desembargador Kassio Nunes, do Tribunal Regional Federal da 1° Região, para a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. 

Por telefone, o presidente foi categórico ao ser questionado se o nome de Kassio Nunes foi o escolhido: "sim". Bolsonaro revelou que a indicação sairá no Diário Oficial da União de amanhã.

A informação foi posteriormente confirmada pelo presidente em sua live semanal nas redes sociais.

 

Leia e assista também

Quem é Kassio Nunes Marques, cotado para vaga de Celso de Mello no STF

Ministros do Supremo dizem que Kassio Nunes 'surpreende positivamente'

Na avaliação de consultores da Câmara e do Senado, a escolha foi prudente, porque a indicação não depende 100% do presidente da República.

"O presidente da República não indica ministro para o STF. Ele indica para o Senado, que vai decidir se acata ou não o nome. Se o presidente indicasse alguém apenas da sua inteira confiança, com certeza não seria aprovado no Senado. O nome tem que ser um meio termo ou nada", avaliou um consultor legislativo.

O decano Celso de Mello deixará a Corte no dia 13 de outubro.