Barroso esperará licença de Chico Rodrigues para decidir sobre julgamento

Na quinta-feira da semana passada, o ministro determinou de forma monocrática o afastamento do senador por 90 dias

Teo Cury, da CNN em Brasília
20 de outubro de 2020 às 10:09 | Atualizado 20 de outubro de 2020 às 15:16

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que vai esperar ser informado oficialmente da licença do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) antes de decidir se mantém o pedido de julgamento no plenário ou se retira.

Leia mais:
Chico Rodrigues, flagrado com dinheiro na cueca, pede licença do Senado

Senador Chico Rodrigues
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Às 13h55, a assessoria do ministro comunicou que a defesa do senador enviou o informou a respeito da formalização do pedido de licença. Barroso suspendeu a decisão. 

Na quinta-feira da semana passada, o ministro determinou de forma monocrática o afastamento do senador por 121 dias. 

Na sequência, pediu ao presidente da corte, o ministro Luiz Fux, que o tema fosse discutido no plenário, entre todos os ministros. O julgamento está marcado para amanhã. 

Hoje, o senador pediu licença do cargo pelo prazo de 90 dias. Neste período, em que se concentrará em sua defesa, não receberá salário de senador.