Mourão reafirma vitória de Biden e diz que militar da reserva pode opinar

Vice-presidente comentou fala do comandante do Exército, Edson Leal Pujol, de que militares não querem política nos quartéis

Da CNN
13 de novembro de 2020 às 13:19 | Atualizado 13 de novembro de 2020 às 13:25


 

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) reforçou, nesta sexta-feira (13), a fala do comandante do Exército, Edson Leal Pujol, sobre não admitir política nos quartéis. De acordo com ele, este assunto acaba levando para uma discussão "que termina por causar divisões."

"Se entra política pela porta da frente [do quartel], a disciplina e hierarquia saem pela porta dos fundos. Portanto, o comandante do Exército coloca claramente o que é a nossa posição. Não se envolver na política está nos próprios regulamentos. Eles dizem que ao militar é vedado participar de eventos políticos partidários", afirmou o vice.

"A política tem paixões, então você acaba tendo no quartel pessoas que são do partido A e outras, do C. Isto acaba levando para uma discussão que termina por causar divisões. [...] Nós que somos da reserva, é uma outra situação. Militares da ativa não podem participar [disso] da política. A nossa legislação foi mudada no período de 1964, porque o camarada era eleito e depois voltava para dentro do quartel. Portanto, isso não era salutar", prosseguiu.

Leia também:
Bolsonaro cumprimentará novo presidente dos EUA ‘na hora certa’, afirma Mourão
Biden vence no Arizona, encerrando longo período de domínio republicano

 

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) fala à imprensa
Foto: CNN (30.jul.2020)

Mourão reafirmou ainda que, como indivíduo, reconhece a vitória do democrata Joe Biden. E que, a situação será diferente caso "Donald Trump tenha uma carta na manga".

"Não é questão de reconhecer, hoje quando terminou a apuração do Arizona, acho que agora ficou complicado. A não ser que o presidente Trump tenha uma carta na manga que a gente desconhece. [Mas], o Antônio Hamilton reconhece [a vitória de Biden].

(Publicado por: André Rigue)