Ao menos 64 pessoas foram presas desde o início da votação

Cerca de 38 milhões de eleitores em 57 municípios voltam hoje às urnas para escolher os respectivos prefeitos

Jéssica Otoboni e Matheus Prado, da CNN, em São Paulo
29 de novembro de 2020 às 09:09 | Atualizado 29 de novembro de 2020 às 17:07
Urna eletrônica passa por testes antes da eleição
Foto: Reprodução - 29.nov.2020 / CNN

Até o momento, houve 231 ocorrências em todo o país neste domingo (29), dia do segundo turno das eleições municipais 2020.

Foram registradas 72 ocorrências por boca de urna, oito por compra de votos, cinco por concentração de eleitores e 97 por desobediência às ordens da Justiça Eleitoral. Além disso, ao menos 64 pessoas foram presas e seis veículos apreendidos, além de R$ 16,3 mil apreendidos.

Assista e leia também:
2º turno das eleições 2020: 38 milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo
Veja como vai ser votar durante a pandemia da Covid-19
Não votei no primeiro turno, posso votar no segundo?
Meu local de votação mudou? Veja como consultar

Ainda houve 42 indicações de desinformação sobre o processo eleitoral e um registro de fatos ou imputações inverídicas (fake news).

As informações são do segundo boletim da Operação Eleições 2020, divulgado às 17h pela Secretaria de Operações Integradas, do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Cerca de 38 milhões de eleitores em 57 municípios voltam hoje às urnas para escolher os respectivos prefeitos.

A pasta informou que há 98.427 agentes nas ruas do país e 14.849 viaturas. A ação das forças de Segurança Pública é acompanhada em tempo real a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.