PP pressiona para deputado Aguinaldo Ribeiro não representar Maia

O partido já tem Arthur Lira, seu líder na Câmara, como candidato à presidência da casa. Ribeiro é nome favorito do atual presidente, Rodrigo Maia

Da CNN, em São Paulo
15 de dezembro de 2020 às 16:52

 

A demora de Rodrigo Maia (DEM-RJ) em escolher seu candidato a sucessão da presidência da Câmara dos Deputados está trazendo problemas ao parlamentar.

Segundo apuração da âncora da CNN Daniela Lima, o candidato favorito de Maia, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), está sofrendo pressão de seu próprio partido para não aceitar o convite do atual presidente da Câmara para ser seu representante no pleito do legislativo.

Aguinaldo é proximo de Maia e é o candidato favorito do atual presidente da casa legislativa, mas não está conseguindo emplacar o nome.

Dirigentes do PP disseram para Aguinaldo que ele não deve assumir o posto de candidato de Maia. Caso isso ocorra, ele sofrerá retaliação pois vai contra a decisão da legenda, que já tem Arthur Lira (PP-AL) como candidato confirmado.

Leia também

Governo descumpre acordo e não recompõe R$ 1,4 bilhão retirado da educação

Educação financeira ganha relevância no cenário pós-pandemia, diz Febraban

'Não sei', diz Mourão sobre motivo de Brasil não reconhecer vitória de Biden

Além de ser o líder do partido na Câmara, Lira conta com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e já está confirmado como candidato. 

Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) durante sessão sobre reforma tributária (11.ago.2019)
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

(Publicado por Sinara Peixoto)