Alexandre Garcia: Governo tem de explicar aumento de 20% em gastos com alimentos

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (27), o jornalista comenta os gastos alimentícios do governo federal

Da CNN, em São Paulo
27 de janeiro de 2021 às 12:06 | Atualizado 15 de fevereiro de 2021 às 12:11


 

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (27), o jornalista Alexandre Garcia comenta os gastos do governo federal que somaram mais de R$ 1,8 bilhão com itens de alimentação. Chamaram a atenção os R$ 15 milhões em compra de leite condensado e R$ 2,2 milhões em chicletes.

"Como o gasto subiu 20% em relação ao ano anterior se a inflação não foi isso? Fizeram um barulho danado no leite condensado: entrou a propaganda, a distorção, a fake news, o factóide de uma coisa normal, o que não é normal é aumentar 20%, o governo vai ter que explicar por que, embora a inflação dos alimentos fosse forte", avalia.

 

"Não creio que houve gasto demais. Pegando 500 mil pessoas e gente que não sai dos gabinetes para almoçar porque não tem tempo, dá seis latas por ano per capita. Não estou vendo nada de extraordinário. Foi muito barulho por nada, a não ser pelos 20% de aumento e o chiclete", conclui.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião (27.jan.2021)
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião (27.jan.2021)
Foto: Reprodução/CNN

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

 (Publicado por Leonardo Lellis)