Bolsonaro garante 'agenda bolsonarista' a deputados se Lira vencer

Interlocutores do presidente, inclusive, disseram à CNN que Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo Palácio do Planalto, firmou compromisso nesse sentido

Caio Junqueira e Chico Prado, da CNN, em Brasília
27 de janeiro de 2021 às 20:40 | Atualizado 27 de janeiro de 2021 às 22:19
O presidente da República, Jair Bolsonaro, se encontrou com parlamentares do PSL nesta quarta
Foto: REUTERS/Adriano Machado


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) garantiu a parlamentares do PSL em um encontro na manhã desta quarta-feira (27) que, a depender do resultado das eleições do Congresso, a chamada agenda “bolsonarista” será discutida no Legislativo.

Alguns dos pontos considerados: 1) flexibilização da posse de armas; 2) ensino doméstico; 3) exploração econômica de terras indígenas; 4) carteira estudantil digital; 5) fim da obrigatoriedade de balanços de empresas em jornais.

Interlocutores do presidente, inclusive, disseram à CNN que Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo Palácio do Planalto, firmou compromisso nesse sentido. A ideia de Bolsonaro é inclusive “avançar com o que Rodrigo Maia (DEM-RJ) não permitiu avançar”.