Conversas entre Moro e procuradores são 'escândalo judiciário', diz advogado

Segundo Marco Aurélio Carvalho, o STF está julgando a imparcialidade do processo e acertou em garantir para Lula acesso às provas

Da CNN, em São Paulo
10 de fevereiro de 2021 às 17:43 | Atualizado 10 de fevereiro de 2021 às 18:53

O advogado e integrante do Grupo Prerrogativas Marco Aurélio Carvalho falou, em entrevista à CNN nesta quarta-feira (10), sobre a Operação Spoofing e a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de compartilhar mensagens obtidas através de um hacker de conversas entre procuradores da Operação Lava Jato de Curitiba e o juiz do caso, Sergio Moro.

Segundo Carvalho, o STF está julgando a imparcialidade do processo e acertou em garantir para Lula acesso às provas. O advogado disse também que as conversas entre Moro e os procuradores configuram o “maior escândalo de um sistema de justiça na democracia moderna".

“A comunidade jurídica aplaudiu a decisão corajosa, que vai de encontro ao princípio da ampla e regular defesa. As mensagens constrangedoras revelam relação promíscua de um juiz inquisidor que atuava como se fosse integrante da força-tarefa. Os procuradores cumpriam ordens de Moro,” disse o advogado.

(Publicado por Daniel Fernandes)