Um excesso não justifica o outro, diz Alexandre Garcia sobre prisão de deputado

'O maior tem que ser mais comedido para corrigir os excessos do menor. Isso faz parte da harmonia entre os poderes', disse o jornalista

Da CNN, em São Paulo
18 de fevereiro de 2021 às 10:37

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (18), o jornalista Alexandre Garcia comentou a declaração que o vice-presidente Hamilton Mourão deu à CNN sobre a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ). Mourão disse que "não se chega ao equilíbrio somando-se os excessos".

Garcia disse que concordou com o posicionamento do vice-presidente. “Achei salomônica a declaração dele, como um juiz. Um excesso não justifica o outro. O maior tem que ser mais comedido e sereno para corrigir os excessos do menor. Isso é lei natural e faz parte da harmonia entre os poderes e do equilíbrio dos pesos e contrapesos”, avaliou.

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram de forma unânime, foram onze votos a zero, a favor da manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira. 

“Esperava os onze votos a zero no Supremo. Mostra a união dos ministros em torno desse caso. Eu discordo de tudo o que disse esse deputado, mas defendo não o direito dele, mas o de todos nós que está na Constituição. [Defendo] o direito de todos os nossos representantes e parlamentares que são invioláveis civil e penalmente por todo o tipo de opinião”, disse Garcia. 

A análise da prisão do parlamentar pelos deputados será na sessão plenária, marcada para às 14h30 de hoje. 

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN (18.fev.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN Brasil ou seus funcionários.

(Publicado por: André Rigue)