Senado decreta luto de 24 horas por morte de Major Olimpio

Líder do PSL na Casa morreu, aos 58 anos, por complicações da Covid-19 nesta quinta-feira (18)

Rachel Vargas, da CNN, em Brasília
18 de março de 2021 às 17:51

O Congresso Nacional decretou luto de 24 horas pela morte do senador Major Olimpio (PSL-SP). Aos 58 anos, ele morreu por complicações da Covid-19 nesta quinta-feira (18). "O Congresso lamenta profundamente o falecimento do senador paulista Major Olimpio, aos 58 anos, vítima de complicações causadas pela infecção por Covid-19. Em respeito à sua memória, o Senado decreta luto oficial de 24 horas", diz nota divulgada à imprensa.

O presidente Jair Bolsonaro iria ao Congresso no fim do dia para solenidade com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), mas cancelou a participação no evento.

"Major Olímpio foi o terceiro senador que perdeu a vida para o novo coronavírus. O senador paraibano José Maranhão faleceu em fevereiro, e Arolde de Oliveira, senador pelo Rio de Janeiro, morreu em outubro do ano passado", relembra Pacheco na nota. 

Major Olimpio em entrevista à CNN em maio de 2020
Foto: CNN Brasil

Diagnosticado com o vírus no dia 2 de março, Olimpio, que era líder do PSL no Senado, foi intubado duas vezes, uma no dia 6 de março, da qual se recuperou e foi extubado no dia 9, e a segunda no dia 10. 

A infecção pelo novo coronavírus pode ter acontecido em uma visita ao Congresso Nacional com o objetivo de pedir verbas para emendas parlamentares. O senador estava internado no Hospital São Camilo, em São Paulo.

Leia a nota do Congresso Nacional na íntegra:

A Presidência do Congresso Nacional lamenta profundamente o falecimento do senador paulista Major Olímpio, aos 59 anos, vítima de complicações causadas pela infecção por Covid-19. Em respeito à sua memória, o Senado Federal decreta luto oficial de 24 horas.

Policial Militar do Estado de São Paulo de carreira, Sérgio Olimpio Gomes dedicou-se à corporação por 29 anos. Na carreira política exerceu dois mandatos na Assembleia Legislativa de São Paulo (2007-2015) e um mandato de deputado federal (2015-2019). Foi eleito senador da República em 2019. 

Major Olímpio foi o terceiro senador que perdeu a vida para o novo coronavírus. O senador paraibano José Maranhão faleceu em fevereiro, e Arolde de Oliveira, senador pelo Rio de Janeiro, morreu em outubro do ano passado.

As sinceras condolências do Parlamento Brasileiro à família, amigos e a todos os paulistas.

Rodrigo Pacheco

Presidente Congresso Nacional