Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru por divulgar áudio com presidente

Senador do Republicanos e filho do presidente entrou no Conselho de Ética contra parlamentar que publicou gravação de conversa com Jair Bolsonaro

Bia Gurgel, da CNN, em Brasília
12 de abril de 2021 às 17:09 | Atualizado 12 de abril de 2021 às 19:21

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) entrou com uma representação no Conselho de Ética da Casa contra o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), após o parlamentar ter divulgado áudios da conversa que teve com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por telefone

A assessoria de imprensa do parlamentar informou que o documento foi protocolado nesta segunda-feira (12). O filho do presidente da República alega que Kajuru quebrou o decoro parlamentar ao tornar pública a conversa.

No diálogo, Bolsonaro defende que o objetivo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 no Senado seja modificado para incluir estados e municípios, e pede que ministros do Supremo Tribunal Federal sejam investigados.

Na manhã de hoje, Bolsonaro disse a apoiadores que o conteúdo completo do diálogo não foi divulgado pelo senador, e criticou o fato de Kajuru ter gravado e divulgado a conversa.

O senador Flávio Bolsonaro
O senador Flávio Bolsonaro
Foto: Pedro França/Agência Senado (19.fev.2019)