Podemos escolhe Eduardo Girão, autor de requerimento, para CPI da Covid

Os senadores Eduardo Girão, do Ceará, e Marcos do Val, do Espírito Santo foram os escolhidos para representar o Podemos

Da CNN, em São Paulo
13 de abril de 2021 às 17:37 | Atualizado 13 de abril de 2021 às 19:13

 O Podemos definiu nesta terça-feira (13) os dois representantes do partido para compor a comissão da CPI da Covid-19. Serão os senadores Eduardo Girão, do Ceará, e Marcos do Val, do Espírito Santo. As informações são do analista da CNN Iuri Pitta.

Girão está envolvido com o tema pois foi quem propôs e colheu assinaturas para a “CPI ampliada” sobre o enfrentamento a pandemia no Brasil, colocando como objeto de investigação estados e municípios. O texto ainda não foi aprovado, mas é desejo da base governista.

A dupla de senadores escolhida pelo Podemos para representar a legenda na comissão segue uma linha mais próxima à defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo a analista Renata Agostini, o maior bloco da Casa, composto por MDB, PP e Republicanos, deve indicar dois senadores vistos como mais independentes, Renan Calheiros (MDB-AL) e Eduardo Braga (MDB-AM), e um defensor do governo, Ciro Nogueira (PP-PI).

senador Eduardo Girão
O senador Eduardo Girão falou sobre a disputada à presidência do Senado
Foto: CNN Brasil (4.jan2021)

Com o Amazonas no foco da CPI, outro ex-governador e senador do estado, Omar Aziz (PSD), é cotado para compor a indicação. Ele deve ser indicado pelo PSD junto com Otto Alencar (PSD-BA), que é médico.

Outros nomes a completar a comissão, de acordo com o desenho atual, seriam Tasso Jereissati (PSDB-CE), Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Humberto Costa (PT-PE).

Publicado por Guilherme Venaglia