Após STF, Lula planeja ida a Brasília e conversa com governadores

Ex-presidente se organiza para intensificar conversas políticas para as eleições de 2022

Por Igor Gadelha, CNN  
23 de abril de 2021 às 08:32 | Atualizado 23 de abril de 2021 às 13:13

Após o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmar a anulação de suas condenações da Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se organiza para intensificar conversas políticas para as eleições presidenciais de 2022.

À CNN, a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), disse que o petista planeja, para as próximas semanas, uma ida a Brasília para conversar presencialmente com parlamentares e dirigentes de partidos da oposição e de centro.

A opção por Brasília se dá porque, na capital federal, seria mais fácil o ex-presidente encontrar lideranças políticas de diferentes estados, sem precisar fazer viagens até essas regiões. Desde 2 de abril, Lula, que tem 75 anos, já tomou as duas doses da Coronavac.

Segundo apurou a CNN, o petista também quer incentivar conversas com governadores de partidos de centro. Até agora, o ex-presidente só vinha mantendo conversas com governadores da oposição, como Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão, e Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco.

Ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo
Ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo
Foto: Amanda Perobelli/Reuters