FHC, Lula, Dilma e Temer homenageiam Bruno Covas

Ex-presidentes da República se manifestaram em suas redes sociais para lamentar morte do prefeito

Flávia Tavares, da CNN
16 de maio de 2021 às 12:11 | Atualizado 16 de maio de 2021 às 13:31
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, em evento sobre combate à pandemia de Covid-19 na capital paulista
Foto: CNN Brasil (18.mar.2021)

A morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), mobilizou autoridades e políticos de variados espectros. Ex-presidentes da República se manifestaram em redes sociais e homenagearam o tucano, que faleceu na manhã deste domingo (16) em decorrência de um câncer.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) se manifestou em uma rede social. "Com a morte de Bruno Covas, São Paulo perde um bom prefeito e o PSDB um bom quadro. Lamento pela perda tão jovem de uma vida, pela família e por todos nós que o respeitávamos e o tínhamos como um grande quadro político."

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) postou: "Meus sentimentos aos familiares, amigos e correligionários de Bruno Covas, que nos deixou hoje após travar uma longa e dura batalha contra o câncer. Que Deus conforte o coração de sua família".

Dilma Rousseff (PT) escreveu que o Brasil perdeu um dos seus "promissores lideres políticos" e manifestou sentimentos à família Covas.

Já o ex-presidente Michel Temer (MDB) disse que com a morte do prefeito de São Paulo, "vai embora parte da nossa esperança". "Tão jovem, tão afável, tão idôneo", ressaltou o emedebista.