Waack: Pazuello não foi tão mal como a oposição esperava em 1º dia na CPI

Ex-ministro da Saúde parece ter sido bem treinado por advogados criminalistas e soube manter uma linha de raciocínio em suas falas

Da CNN, em São Paulo
20 de maio de 2021 às 09:00

No quadro CNN Poder desta quinta-feira (20), na CNN Rádio, William Waack analisa o primeiro dia de oitiva de Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, e diz que ele não foi tão mal como a oposição esperava.

“A CPI está sendo comparada – acho que com toda justiça – a um reality show. Cada um tem seu personagem mau favorito, seu personagem bonzinho favorito, tem barraco todo dia”, disse waack.

“[Na quarta-feira], o general Eduardo Pazuello não foi tão mal como a oposição esperava que ele fosse na primeira parte de seu depoimento. Ele foi bem treinado, evidentemente, por advogados criminalistas”, completou.

Para Waack, Pazuello soube manter a linha que os advogados mais espertos recomendam em depoimentos como esses. 

Ele comentou ainda o fato de Pazuello ter dito que nunca recebeu ordens específicas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Uma coisa é o cara falar na internet – Bolsonaro foi lá e falou um monte de coisa na web, como costuma fazer. A outra coisa é uma ordem oficial. Quando o general diz que o Bolsonaro nunca lhe deu ordens, em juridiquês puro, ele está com toda razão”, afirmou.

“Na prática, quando o Bolsonaro faz isso, ele cria uma dualidade de mando porque através da internet ele acaba dando ordem para dentro dos ministérios, deixa todo mundo inseguro e uma estrutura de governo sem ser usada.”