Waack: Ideias ruins levam a políticas públicas igualmente ruins

Defesa do governo, em 2020, de tratamento precoce contra Covid-19 e, agora, ideia do presidente de desobrigar o uso de máscara são exemplos dessa situação

Da CNN, em São Paulo
11 de junho de 2021 às 09:06

No quadro CNN Poder desta sexta-feira (11), na CNN Rádio, William Waack analisa como ideias ruins podem levar a políticas públicas igualmente ruins e cita como exemplo a recente proposta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de desobrigar o uso de máscara para vacinados e para quem já teve Covid-19.

"O governo brasileiro, na metade de 2020, a respeito das vacinas – não achavam que seriam tão importantes. Acabaram perdendo a oportunidade de comprar quantidades maiores porque estavam apegados a uma ideia ruim", disse Waack. 

"E, enquanto negociavam para baixo as quantidades de vacinas que podiam comprar, representantes do governo brasileiro tentavam empurrar para a Organização Mundial da Saúde (OMS) o tal do tratamento precoce, dizendo que dava dando bons resultados – mas não tem nenhuma comprovação, nem eficácia atestada em lugar algum", completou.

Ele diz que esse foi um exemplo de ideia ruim que levou a decisões equivocadas. E que, pelo jeito, essas ideias ruins continuam circulando em Brasília com muito vigor.

"Vejam essa ideia absurda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em encomendar ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um estudo para que as pessoas já vacinas ou que foram infectadas não precisem utilizar máscaras", disse.

"É um absurdo do ponto de vista sanitário. É universal a repulsa a este tipo de postura. E de onde nasceu essa proposta? De uma ideia errada."