Osmar Terra diz que teoria do gabinete paralelo é 'falácia'

Deputado federal afirma que dirá à CPI nesta terça-feira (22) que 'lockdowns fracassaram'

Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
21 de junho de 2021 às 20:26 | Atualizado 21 de junho de 2021 às 21:24

 

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), que depõe à CPI da Pandemia nesta terça-feira, disse à CNN que a tese da comissão de existência de um gabinete paralelo no governo federal para o combate à pandemia “é uma falácia”.

“Estou muito tranquilo (com o depoimento na CPI). Lamento apenas as distorções e as matérias que tentam me desqualificar, pinçando frases. Essa teoria de gabinete paralelo é uma falácia”, disse.

A CPI aponta que Terra é um dos principais integrantes do que chama de gabinete paralelo, um grupo de fora do Ministério da Saúde que traçava as principais políticas de enfrentamento ao coronavírus. Como, por exemplo, a imunidade de rebanho.

Terra também contesta essa versão da CPI. “Nunca defendi imunidade de rebanho como estratégia. Ela é o resultado de qualquer epidemia, com ou sem vacina.”

Segundo ele, o que ele sempre disse e deverá repetir na comissão nesta terça-feira é que políticas de lockdowns fracassaram. “O fato que tenho insistido: os lockdowns e quarentenas horizontais fracassaram e os governadores têm responsabilidade nesse fracasso”.

Ex-ministro da Cidadania e deputado federal Osmar Terra
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil