Pacheco manifesta respeito por Forças Armadas; para Aziz, nota é desproporcional

Ala militar criticou o presidente da CPI da Pandemia por dizer que há um 'lado podre' das Forças Armadas

Da CNN, em São Paulo
07 de julho de 2021 às 23:02

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), manifestou "respeito" às Forças Armadas em um discurso no plenário nesta quarta-feira (7).

A fala foi feita após a divulgação de uma nota de repúdio do Ministério da Defesa e dos comandantes militares ao presidente da CPI da Pandemia, o senador Omar Aziz (PSD-AM).

"Quero aqui, em nome do Senado Federal, render o meu mais profundo respeito ás Forças Armadas, ao Exército, à Marinha, à Aeronáutica, cuja previsão constitucional haverá de ser sempre observada por todos nós", disse Pacheco.

"Tenho absoluta convicção que é aquilo que todos os senadores e todas as senadoras, inclusive o senador Omar Aziz, pensam em relação às Forças Armadas."

Aziz: 'Nota foi desproporcional'

O senador Omar Aziz estava no Plenário e respondeu ao presidente do Senado. O parlamentar avaliou que a nota das Forças Armadas foi "desproporcional". "A minha fala foi pontual, não generalizada", disse.

Mais cedo, na CPI, Omar Aziz disse "os bons das Forças Armadas devem estar muito envergonhados com algumas pessoas que hoje estão na mídia, porque fazia muito tempo, fazia muitos anos que o Brasil não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do governo".

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), falando à imprensa após reunião com governadores
Foto: Reprodução/CNN Brasil (26.mar.2021)