Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    À CNN, Bolsonaro confirma doação de R$ 100 mil à viúva de soldado morto em SP

    Ex-presidente relatou, após conversar com a viúva, que o soldado Patrick Bastos Reis guardava uma foto com ele

    Leandro Magalhãesda CNN

    São Paulo

    O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou, nesta quinta-feira (10), à CNN que conversou com a viúva do soldado Patrick Bastos Reis, assassinado em uma operação na Baixada Santista, em São Paulo, no dia 27 de julho.

    Segundo Bolsonaro, ele fez dois Pix de 50 mil reais na segunda-feira (7). Após uma conversa por telefone com a viúva, ela relatou que o soldado guardava uma foto com o ex-presidente.

    Na semana passada, a Polícia Civil de São Paulo encerrou a investigação do caso e indiciará três pessoas pela morte de Patrick Bastos Reis, policial militar da Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), em Guarujá, na Baixada Santista.

    O delegado Antônio Sucupira, titular da Delegacia Sede da cidade, confirmou à CNN, no último sábado (5), o envio do inquérito à Justiça para abertura de ação penal contra três indiciados por homicídio, tentativa de homicídio e associação ao tráfico.

    A polícia de São Paulo lançou a operação “Escudo” após o soldado ser morto por um tiro durante patrulhamento na Vila Zilda, em Guarujá.

    Vídeo — Operação em Guarujá (SP): Policiais usaram câmeras em 7 das 16 mortes

    Veja também — Polícia apreende mais de 50 carros de luxo em São Paulo que seriam do PCC