Alcolumbre diz a aliados que não vai recuar sobre sabatina de Mendonça

Senador é pressionado a marcar oitiva do indicado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao STF

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou a aliados que não vai recuar na sua batalha para atrasar a sabatina de André Mendonça, o indicado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a âncora da CNN Daniela Lima, aliados do parlamentar também afirmaram que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), garantiu que não vai atropelar o processo na CCJ. No entanto, algumas alas que apoiavam Alcolumbre também já dizem esse pode ser um momento de estudar uma mudança de posição.

O motivo é o embate público que o senador travou com Bolsonaro na última semana. O chefe do Executivo disse à CNN que Alcolumbre não segue a Constituição Federal. Já o parlamentar afirmou que não aceitará ser ameaçado sobre o caso.

Além disso, segundo aliados do presidente da República, ele se manterá firme no apoio a Mendonça.

(Publicado por Evandro Furoni)

Mais Recentes da CNN