Alexandre Garcia: Arthur Lira sentiu que é preciso exercer seu protagonismo

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (9), o jornalista avaliou a decisão do presidente da Câmara de levar ao plenário a decisão do voto impresso

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (9), Alexandre Garcia avaliou a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de levar ao plenário a decisão do voto impresso, mesmo após a comissão especial ter rejeitado o projeto.

“Ele não está gastando energia à toa. Ao contrário, ele se tornou protagonista. Em contraposição ao presidente do Senado [Rodrigo Pacheco], que parece estar desaparecido, em muitos casos importantes, como foi a imposição da CPI. Ele [Arthur Lira] sentiu que é preciso exercer seu protagonismo. Ele é presidente da Câmara e não é por nada que está na frente do presidente do Senado na linha sucessória do presidente da República”, disse o jornalista.

“A pessoa que acha que não é solução passar para o plenário não está acreditando em democracia, [porque] democracia é voto, os 513 deputados decidem e pronto. Decidiu levar para o plenário para ver se acaba essa discussão, e o plenário votando, pronto, votou, não é causa finita, ainda porque vai para o Senado, mas ele [Lira] fez o que deveria ser feito: exerceu o seu papel de presidente da Câmara, ele foi protagonista.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Alexandre Garcia e Fernando Molica. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (09.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN