Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aliados de Paes veem cenário mais fácil para a reeleição no Rio sem Braga Netto no páreo

    Avaliação de pessoas próximas ao prefeito é que ex-ministro teria mais viabilidade na corrida municipal

    Paes disputará a reeleição no ano que vem
    Paes disputará a reeleição no ano que vem Tânia Rêgo/Agência Brasil

    Thais Arbexda CNN

    Brasília

    Aliados do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), veem o cenário mais fácil para reeleição do chefe do Executivo fluminense na disputa de 2024 sem o ex-ministro Walter Braga Netto (PL) no páreo.

    Na noite desta terça-feira (31), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) declarou o general da reserva inelegível por oito anos, impedindo, portanto, que ele seja o candidato de Jair Bolsonaro no pleito municipal fluminense.

    Diante desse cenário, interlocutores do ex-presidente disseram à CNN que o deputado Alexandre Ramagem (PL-RJ) ganha força para ser o candidato do PL à Prefeitura do Rio.

    A avaliação de pessoas próximas a Paes é que Braga Netto teria mais viabilidade na corrida municipal por ter “expressa relação” com a segurança pública e com o voto bolsonarista.

    O general da reserva comandou a intervenção federal na segurança pública do Rio, em 2018. Hoje, o Estado volta a enfrentar uma crise na área e, segundo aliados do prefeito, a “farda” e o passado do ex-ministro de Bolsonaro poderiam ter impacto nos eleitores fluminenses —apesar de a imagem de “general competente” de Braga Netto tenha mudado na gestão de Bolsonaro.

    Os interlocutores de Paes também entendem que, diferentemente de Braga Netto, Ramagem ainda precisa ser apresentado ao morador do Rio de Janeiro, mas apontam as investigações da Polícia Federal que apuram o uso irregular de um sistema de monitoramento de pessoas pela Agência Brasileira da Investigação (Abin) como um possível “telhado de vidro” para o deputado. Ramagem era o chefe do órgão no período que está sendo investigado.