Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aliados indicam a Lula “plano C” na disputa pela PGR, dizem fontes

    Aurélio Virgílio Veiga Rios, subprocurador-geral da República, é apresentado como terceira via na disputa por vaga de Aras

    Lula não estaria totalmente satisfeito com cotados até agora para assumir a PGR
    Lula não estaria totalmente satisfeito com cotados até agora para assumir a PGR Antonio Augusto/Secom/PGR

    Tainá FalcãoRenata Agostinida CNN

    Brasília

    Após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicar a aliados não estar totalmente convencido sobre os perfis dos principais cotados para a Procuradoria-Geral da República (PGR), o nome do subprocurador Aurélio Virgílio Veiga Rios foi indicado a Lula como uma nova alternativa.

    A indecisão em relação ao sucessor de Augusto Aras ficou evidente durante viagem a Nova York, de acordo com integrantes da comitiva.

    Lula deu indicações de que não tem decisão tomada e abriu espaço para a indicação de novos nomes, segundo relatos à CNN.

    O presidente já havia feito consulta a ministros de sua confiança, como o advogado-geral da União, Jorge Messias, sobre outras possibilidades para a PGR. Foi quando o nome de Aurélio Reis surgiu pela primeira vez.

    A indicação agrada petistas pelo currículo de Veiga Rios, que começou a carreira como assessor de Sepúlveda Pertence, tem atuação em pautas ligadas à esquerda, como a defesa de direitos humanos e indígenas.

    Há expectativa de que Lula avalie um encontro com Reis juntamente com uma nova rodada de conversas com os outros cotados.

    Como mostrou o âncora Gustavo Uribe, Lula planeja novas reuniões com Antônio Carlos Bigonha e Paulo Gonet para aprofundar alguns temas. A indicação reforça a ideia de que o jogo segue aberto, dizem auxiliares do presidente.

    Durante a viagem a Nova York, aliados de Gonet fizeram um amplo movimento para barrar um eventual favoritismo de Bigonha. De acordo com um aliado que fez parte da comitiva, a avaliação é que a estratégia foi bem-sucedida.

    Isso não significa, no entanto, que Gonet passou a ser o principal cotado. A percepção, diz essa fonte, é a de que há indefinição por parte de Lula, o que pode abrir espaço justamente para um terceiro nome.

    Veja também: Cotados temem escolha casada para PGR e STF