Após testar positivo para Covid-19, Queiroga cumprirá quarentena em Nova York

Ministro da Saúde acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) na cidade americana nesta terça-feira (21)

Teo Curyda CNN

Em Brasília

Ouvir notícia

Após testar positivo para a Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vai ficar em quarentena por 14 dias em Nova York, nos Estados Unidos. O anúncio do diagnóstico foi feito na noite desta terça-feira (21).

O ministro acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) na cidade nesta terça. O presidente fez o discurso de abertura do evento.

“Comunico a todos que hoje testei positivo para Covid19. Ficarei em quarentena nos EUA, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária. Enquanto isso, o @minsaude seguirá firme nas ações de enfrentamento à pandemia no Brasil”, escreveu o ministro em sua conta no Twitter.

No sábado (18), um enviado para preparar a viagem do mandatário brasileiro à ONU testou positivo para o coronavírus.

Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou nesta quarta-feira (22) o isolamento da comitiva brasileira que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em viagem à Assembleia-Geral da ONU. Eles retornam ao Brasil nesta quarta. A recomendação acontece após o ministro Marcelo Queiroga testar positivo.

Um ofício foi encaminhado à Casa Civil da Presidência da República. O documento pede que os integrantes da comitiva presidencial que estiveram na cidade de Nova York e mantiveram contato com Queiroga realizem isolamento de 14 dias.

A recomendação da Anvisa segue os termos do Guia de Vigilância Epidemiológica para Covid-19 do Ministério da Saúde.

Mais Recentes da CNN