Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aziz marca próxima sessão da CPI da Covid para quinta-feira (29)

    Senador, que presidente a comissão, determinou que sugestões para plano de trabalho sejam encaminhadas até a quarta-feira para serem votadas no dia seguinte

    Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid, marcou próxima sessão da comissão para quinta-feira (29)
    Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid, marcou próxima sessão da comissão para quinta-feira (29) Foto: Edilson Rodrigues - 27.abr.2021/Agência Senado

    Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo, e Bia Gurgel, da CNN, em Brasília

    Ouvir notícia

    O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid, Omar Aziz (PSD-AM) marcou para a quinta-feira (29), às 9h, a próxima sessão da CPI no Senado. 

    Na ocasião, devem ser aprovados o plano de trabalho da CPI da Covid e também os requerimentos apresentados pelo relator, Renan Calheiros (MDB-AL), nesta terça-feira (27), após a instalação da comissão e escolha dos integrantes da direção da CPI.

    “Os requerimentos serão todos pautados hoje [terça-feira] pela secretaria. As sugestões [para o plano de trabalho] serão compilados [pelo relator] e apresentadas na quinta-feira”, disse Aziz, pouco antes de encerrar o primeiro dia de trabalho da CPI.

    Aziz informou que serão recebidas sugestões para o plano de trabalho da CPI até o meio-dia da quarta-feira (28). “Amanhã, vamos aguardar o tempo necessário para ele [Renan] fazer a compilação. Chamo a próxima sessão para quinta-feira, às 9h”, concluiu.

    Os 11 requerimentos de Renan

    Na sessão de instalação da CPI, Renan apresentou 11 requerimentos de convocações e documentos para as investigações.

    Analista de política da CNN Caio Junqueira teve acesso antecipado ao documento, que inclui convocações para o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e os três últimos ministros que o antecederam: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello.

    Também será convocado o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

    Mais Recentes da CNN