Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro destaca “baixa” do preço dos combustíveis e cobra governadores

    “Estão gostando da baixa dos combustíveis? Há pouco, me culpavam pelo aumento”, afirma presidente ao citar anulação de impostos federais que incidiam sobre a gasolina e o diesel

    Presidente Jair Bolsonaro
    Presidente Jair Bolsonaro 18/04/2022REUTERS/Adriano Machado

    Da CNN

    Ouvir notícia

    O presidente Jair Bolsonaro (PL) celebrou o que chamou de “baixa” nos preços dos combustíveis, durante visita a obras do Rodoanel de Feira de Santana, na Bahia, nesta sexta-feira (1º).

    Em pronunciamento, Bolsonaro afirmou que a anulação dos impostos federais que incidem sobre a gasolina e o diesel tiveram impacto nos preços. Segundo o presidente, agora é a “vez” dos governadores.

    “Eu pergunto a vocês: estão gostando da baixa dos combustíveis? Há pouco, me culpavam pelo aumento. Quando baixa, muitos se calam. É um trabalho nosso. Começou com o governo federal abrindo mão dos seus impostos. Agora, chegou a vez dos 27 governadores do Brasil.”

    Na quinta-feira (30), o Senado aprovou a PEC do Combustíveis, que estabelece um voucher para caminhoneiros e taxistas e um aumento no valor do Auxílio Brasil.

    Bolsonaro criticou a postura de governadores do Nordeste, que se recusavam a reduzir os impostos estaduais.

    “A maioria dos governadores já começou a reduzir o preço dos impostos estaduais. Infelizmente, os nove governadores do Nordeste entraram na Justiça contra a redução de impostos estaduais. Não querem colaborar com o povo. Não se preocupam com a sua população. Querem arrecadar de vocês cada vez mais, extorquir o contribuinte brasileiro.”

    No Senado, a PEC foi aprovada por 72 votos a 1, incluindo votos da oposição. Apenas José Serra (PSDB-SP) se posicionou contra a proposta.

    Debate

     realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    *Publicado por Renan Porto, com informações de João Rosa

    Mais Recentes da CNN