Bolsonaro ironiza taxa de eficácia da Coronovac em live

O presidente ainda reforçou o uso da cloroquina como remédio para as pessoas infectadas pelo novo coronavírus

Will Marinho, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em live transmitida por sua conta no Facebook nesta quinta-feira (24), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ironizou a eficácia da Coronavac, vacina produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan. 

“A eficácia daquela vacina lá de São Paulo parece que tá lá embaixo né? O percentual está bem baixo”, disse o presidente se referindo às informações sobre o imunizante produzido em parceria com o governo de São Paulo. Bolsonaro ainda afirmou que assinou medidas para compras de doses da vacina da Pfizer/Biontech, e reiterou que aqueles que desejarem se imunizar deverão assinar um termo de responsabilidade.

Leia e assista também:
Governo de SP e Butantan adiam divulgação de eficácia da Coronavac
Qual a eficácia das principais vacinas contra a Covid-19?

 

Bolsonaro em Live
Bolsonaro realizou uma live na noite desta quinta-feira (24) antes do seu pronunciamento nacional
Foto: Divulgação

 O presidente também voltou a defender a hidroxicloroquina como medicamento para os infectados com o novo coronavírus. “Eu tomei e fiquei bem”, disse Bolsonaro.

Sobre a Coronavac

Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (23), o governo do estado de São Paulo e o Instituto Butantan afirmaram que a Coronavac atingiu o nível de eficácia exigido pela Anvisa e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de pelo menos 50%, na fase 3 de testes.

“Atingimos a superioridade da eficácia da vacina no Instituto Butantan. Conseguimos os índices exigidos tanto pela Anvisa quanto pela OMS nos estudos da fase 3. Isso permitirá com que evitemos a morte de milhares de pessoas, não só aqui no nosso país mas em todo o mundo”, disse o secretário de estado de Saúde, Jean Gorinchteyn.

O grau de eficácia atingido pelo imunizante na fase final dos testes, no entanto, não foi revelado, como prometido. O governo paulista já havia se comprometivo a divulgar os resultados detalhados da fase 3 dos estudos na semana passada, mas voltou a adiar o lançamento dessa informação por questões contratuais.

Nesta quinta (24), a Turquia anunciou que eficácia da Coronavac é de 91,25% e que a taxa deve aumentar. Os pesquisadores, parte do conselho científico do governo, afirmaram que nenhum sintoma importante foi detectado durante os testes da Coronavac no país, exceto por uma pessoa que teve reação alérgica.

O ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, disse que as vacinas chegarão ao país na segunda-feira (28), acrescentando que o país irá vacinar cerca de 9 milhões de pessoas do primeiro grupo, começando pelos profissionais de saúde.

Mais Recentes da CNN