Bolsonaro se reúne fora da agenda com José Múcio e Jorge Oliveira

Oliveira será o indicado para a vaga de José Múcio no Tribunal de Contas da União

Julliana Lopes e Igor Gadelha, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro recebeu na manhã desta quarta-feira (7), no Palácio da Alvorada, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira. O encontro não constava na agenda oficial de Bolsonaro.

A conversa ocorreu dois dias após Monteiro formalizar sua aposentadoria do TCU a partir de 31 de dezembro deste ano, o que abre caminho para o presidente da República antecipar a indicação do substituto do ministro. Como a CNN já noticiou, Oliveira será o indicado para a vaga.

Leia também:
Com sabatina de Kassio Nunes próxima, Bolsonaro convida senadores para almoço
Aliados de Bolsonaro disputam vaga de ministro no Planalto após indicação ao TCU

O presidente Jair Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro
Foto: Reprodução/CNN (22.set.2020)

A expectativa é de que a aposentadoria de Monteiro seja publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União. Antes mesmo da confirmação oficial da indicação de Oliveira, o Senado já marcou para 20 de outubro, às 9 horas, a sabatina do indicado para o TCU.

Substitutos

Com a ida de Jorge Oliveira para a corte de contas, dois cargos importantes ficarão vagos no Planalto: o de ministro da Secretaria-Geral e o de subchefe para Assuntos Jurídicos, principal conselheiro jurídico do presidente. Atualmente, Oliveira acumula as duas funções.

Para o posto de ministro, o nome mais cotado é o atual secretário de Assuntos Estratégicos, almirante Flávio Rocha. Para a SAJ, Bolsonaro avalia transferir seu atual chefe de gabinete, Pedro César de Souza, ou nomear alguém indicado pelo advogado-Geral da União, José Levi. 

Mais Recentes da CNN