Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Câmara aprova moção de repúdio a ataques do Hamas contra Israel

    Votação simbólica uniu parlamentares da base governista e da oposição

    Ao todo, os deputados protocolaram 14 requerimentos pedindo a aprovação de moção de repúdio. Todos foram aprovados
    Ao todo, os deputados protocolaram 14 requerimentos pedindo a aprovação de moção de repúdio. Todos foram aprovados 20/12/2022REUTERS/Adriano Machado

    Mayara da Pazda CNN

    em Brasília

    A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (10), por 312 votos, uma moção de repúdio aos ataques feitos pelo grupo Hamas contra Israel. Não houve votos contrários.

    Ao todo, os deputados protocolaram 14 requerimentos pedindo a aprovação de moção de repúdio. Todos foram aprovados.

    A votação simbólica uniu parlamentares da base governista e da oposição.

    Vídeo — Domo de Ferro: Entenda como funciona o sistema de defesa antiaéreo de Israel

    O grupo radical islâmico Hamas atacou Israel na manhã de sábado (7), pelo horário local, em um ataque surpresa considerado um dos maiores sofridos pelo país nos últimos 50 anos.

    No mesmo dia, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse em uma rede social que “a guerra não é a solução para conflitos políticos ou de qualquer natureza”.

    “O ataque do Hamas a Israel é inaceitável e cria mais um foco de tensão mundial. Devemos todos, inclusive o estado brasileiro, buscar o fim das hostilidades e o entendimento político. O caminho é o da paz”, afirmou Lira.

    Um dos documentos aprovados pela Câmara nesta terça-feira, de autoria do deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP), diz que “os ataques e bombardeios realizados em Israel são atos de terrorismo e desrespeitam as regras internacionais, devendo ser condenados veementemente por todas as nações civilizadas”.

    “O ato de violência e covardia contra Israel é um ato sem precedentes e que acaba por afligir o mundo todo. Esses ataques e bombardeios, por si só, já são altamente condenáveis, porém quando se atinge propositadamente civis, a consternação e sentimento de revolta por tamanha injustiça cometida a um povo é manifesto”, prossegue o texto.

    De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, até o momento, dois brasileiros morreram em Israel por causa do ataque.

    O Brasil iniciou uma operação com aeronaves da Força Aérea para repatriar brasileiros que estão na área do conflito.

    O primeiro avião já decolou de Israel rumo ao Brasil, com 211 passageiros. A previsão é que a aeronave pouse em solo brasileiro na madrugada desta quarta-feira (11).

    Minuto de silêncio

    A Câmara dos Deputados fez um minuto de silêncio pelos ataques feitos pelo grupo Hamas contra Israel.

    O pedido foi feito pelo deputado Gilberto Abramo (Republicanos-MG), na sessão desta terça-feira (10). A solicitação foi acolhida por Pereira, presidente da sessão.

    “Em respeito às vítimas da guerra, de ambos os lados, tanto palestinos quanto israelenses que faleceram, porque ninguém aqui, penso eu, independente das ideologias, quer a morte de seres humanos de forma tão violenta como foi e como tem sido nesses acontecimentos”, disse Pereira.