Com PL e PSD nas vice-presidências, Câmara conclui novo comando da Casa

Foram escolhidos dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes

Arthur Lira (C) conduz a sessão na Câmara dos Deputados para escolha da Mesa Diretora
Arthur Lira (C) conduz a sessão na Câmara dos Deputados para escolha da Mesa Diretora Foto: Michel Jesus - 3.fev.2021/Câmara dos Deputados

Murillo Ferrari e Jéssica Otoboni, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Os deputados definiram nesta quarta-feira (3) a composição da Mesa Diretora da Câmara. Foram escolhidos dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes. O mandato será cumprido no biênio 2021-2022.

Sem disputa, a 1ª vice-presidência será ocupada por Marcelo Ramos (PL-AM), que apoiou Arthur Lira (PP-AL) desde o início de sua campanha à presidência da Casa. Além de substituto imediato de seu aliado, entre as funções do cargo está a elaboração de pareceres sobre requerimentos de informações e projetos de resolução.

Para a 2ª vice-presidência foi eleito o deputado André de Paula (PSD-PE). Ele foi o candidato indicado pelo partido e enfrentou duas candidaturas avulsas de políticos de seu próprio partido: Júlio César (PSD-PI) e Éder Mauro (PSD-PA). 

Para as vagas de 1º a 4º secretários foram escolhidos, respectivamente, Luciano Bivar (PSL-PE), Marília Arraes (PT-PE), Rose Modesto (PSDB-MS) e Rosangela Gomes (Republicano-RJ).

Bivar derrotou a candidatura avulsa de Léo Motta (PSL-MG) e Arraes venceu os partidários João Daniel (PT-SE) e Paulo Guedes (PT-MG). Já Modesto e Gomes foram eleitos para seus cargos sem adversários. 

Os deputados também elegeram 4 suplentes para as vagas de secretário. Por ordem de votação, foram escolhidos: Eduardo Bismarck (PDT-CE), Gilberto Nascimento (PSC-SP), Alexandre Leite (DEM-SP) e Cássio Andrade (PSB-PA).

Bibo Nunes (PSL-RS) retirou sua candidatura, mas não houve tempo hábil para retirar o nome dele do sistema de votação, conforme informado durante a sessão.

O processo de votação foi presencial e secreto em 21 urnas eletrônicas distribuídas pelo Plenário e pelos salões Verde e Nobre da Câmara.

Entenda a polêmica sobre a eleição da Mesa

Eleito presidente da Câmara nesta segunda-feira (1º), Arthur Lira (PP-AL), em seu primeiro ato, anulou o registro do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP) e convocou nova eleição para terça-feira (2) para os cargos da Mesa. Com a indefinição, porém, a votação foi adiada para esta quarta-feira (3).

A definição dos vice-presidentes, secretários e suplentes é feita com base na proporcionalidade dos blocos partidários formados para a eleição, em um cálculo efetuado pela Secretaria-Geral da Câmara (SGM).

O novo presidente da Câmara determinou que a SGM faça novo cálculo da proporcionalidade partidária desconsiderando o bloco de Baleia. O novo cálculo vai levar em conta o bloco que apoiou a candidatura de Lira e, separadamente, os demais partidos.

Veja abaixo os eleitos para a Mesa Diretora da Câmara:

• 1º vice-presidente

Marcelo Ramos (PL-AM)

• 2º vice-presidente

André de Paula (PSD-PE)

• 1º secretário

Luciano Bivar (PSL-PE)

• 2º secretário 

Marília Arraes (PT-PE)

• 3º secretário

Rose Modesto (PSDB-MS)

• 4º secretário

Rosangela Gomes (Republicano-RJ)

• Suplentes

Eduardo Bismarck (PDT-CE), Gilberto Nascimento (PSC-SP), Alexandre Leite (DEM-SP) e Cássio Andrade (PSB-PA).

Mais Recentes da CNN