Câmara dos Deputados encaminha minirreforma eleitoral ao Senado

Câmara concluiu a votação que traz de volta as coligações partidárias

Pedro Teixeira, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

A Câmara dos Deputados concluiu a votação da minirreforma eleitoral, que traz de volta as coligações partidárias. A proposta agora precisa ser analisada pelo Senado até o início de outubro para entrar em vigor já nas eleições de 2022.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira (17) que conversou com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera as regras eleitorais seja pautada nos próximos dias.

Porém, Lira ressaltou que não existe nenhum compromisso de Pacheco com o resultado da votação no Senado.

Na semana passada, Pacheco classificou como “retrocesso” a retomada das coligações partidárias. Além disso, senadores de oposição e governistas já indicaram que vão votar contra o texto se ele for pautado nos próximos dias.

Segundo críticos, esse sistema permite a eleições de candidatos a deputados e vereadores menos votados, e que se distanciam das questões ideológicas escolhidas pelos eleitoras. 

Os votos que o eleitor dá a um candidato pode ir a outro, elegendo pessoas de outros partidos que se distanciam das suas ideias políticas.

Mais Recentes da CNN