Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chapa Lula e Alckmin está consolidada, dizem petistas

    Ex-tucano ajudará Lula a falar com católico conservador

    Renata Souzada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    A chapa formada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pelo ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) para concorrer às eleições presidenciais já está consolidada, segundo relataram integrantes do Partido dos Trabalhadores à âncora da CNN Daniela Lima. A expectativa é de que o anúncio oficial seja feito em março.

    Um dos papeis de Alckmin na chapa será aproximar Lula do público católico conservador. O ex-governador já desempenha papel semelhante dentre a ala evangélica.

    O segmento católico demonstra maior intenção de voto ao candidato do PT – embora parte do grupo tenha menor envolvimento religioso do que a comunidade evangélica – do que ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

    PT: Lula não terá dois palanques em São Paulo

    A pesquisa Ipespe de intenções de voto para a eleição no estado de São Paulo divulgada hoje (18) traz indícios de quais devem ser os próximos passos do ex-presidente Lula.

    No cenário em que Geraldo Alckmin não concorre ao governo do estado, Fernando Haddad (PT) lidera com 28% das intenções de voto, seguido por Márcio França (PSB), com 18% dos votos.

    Segundo informações de Daniela Lima, os dirigentes do PT avaliam como muito positivos os resultados para Haddad. Por outro lado, começam a surgir os questionamentos se França manterá sua candidatura.

    Os apoiadores afirmam também que Lula não terá dois palanques em São Paulo. Caso França mantenha sua candidatura, não contará com apoio do ex-presidente, que deve apoiar somente Haddad.

    Embora o PT nunca tenha elegido um candidato ao governo paulista, a tendência histórica é que o candidato estadual da sigla tenha cerca de 80% dos votos destinados a Lula, quando este está bem colocado.

    A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    Mais Recentes da CNN