Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no RS: mulheres e crianças terão todos os cuidados necessários, diz ministro à CNN após casos de abusos

    Disque 100 está aberto para denúncias, disse Silvio Almeida; Porto Alegre anunciou abrigo exclusivo

    Henrique Sales Barrosda CNN

    São Paulo

    O ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, falou à CNN que o governo federal apoia o estado e municípios do Rio Grande do Sul na construção de abrigos exclusivos para mulheres e crianças.

    “Essas pessoas podem ir até esses abrigos e vão ter todos os cuidados necessários”, disse o ministro ao CNN Arena (segunda a sexta-feira, às 18h), nesta sexta-feira (10).

    A construção de abrigos exclusivos vêm após relatos de abusos contra meninas e mulheres em abrigos que acolhem vítimas das enchentes no estado.

    Abusadores estariam se aproveitando da aglomeração desses locais e da falta de banheiros separados para cometer crimes.

    À CNN, Silvio Almeida relatou que autoridades gaúchas lhe disseram que “todos os suspeitos de praticar esses atos criminosos foram presos”.

    Segundo o governo gaúcho, seis suspeitos de praticar tais atos em abrigos para pessoas desalojadas e desabrigadas pelas chuvas no estado foram presos.

    Nesta sexta, a Prefeitura de Porto Alegre anunciou a criação de um abrigo emergencial para mulheres e crianças, com presença de segurança particular.

    O abrigo emergencial exclusivo será instalado no Foro Regional do Partenon, na zona leste da capital gaúcha.

    À CNN, Silvio Almeida frisou que, além de reportar às autoridades locais, a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (Disque 100) também está aberta para denúncias do tipo.

    Neste final de semana, a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, viaja para o Rio Grande do Sul, onde visitará abrigos e terá reuniões com autoridades locais e movimentos sociais.