Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com nova operação, aumenta a pressão sobre atual cúpula da Abin

    Abin afirma que sempre "colaborou" com investigações

    Pressão sobre atual cúpula da Abin aumenta com mais uma operação da PF
    Pressão sobre atual cúpula da Abin aumenta com mais uma operação da PF Antonio Cruz/Agência Brasil

    Raquel Landimda CNN

    São Paulo

    Com mais uma operação de Polícia Federal, aumentou a pressão sobre a atual cúpula da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Nos corredores do Palácio do Planalto, é esperada a qualquer momento a demissão do número 2 da agência, Alessandro Moretti.

    O martelo, no entanto, ainda não estava batido. Segundo apurou a CNN, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, vem resistindo à demissão do diretor-geral da agência, Luiz Fernando Correa.

    Agentes da Polícia Federal, no entanto, que tiveram acesso às investigações dizem que a permanência dele no cargo é “insustentável”.

    Em nota a Abin diz que sempre “colaborou” com as investigações e que é a “principal interessada em esclarecer tudo”.