Com sabatina de Kassio Nunes próxima, Bolsonaro convida senadores para almoço

Segundo parlamentares convidados, será um encontro de trabalho para discutir as pautas de interesse do governo no Legislativo

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro convidou alguns senadores para um almoço nesta quarta-feira (7), no Palácio do Planalto. Segundo parlamentares convidados, será um encontro de trabalho para discutir as pautas de interesse do governo no Legislativo.

Um dos principais temas do encontro será a articulação para a sabatina do desembargador Kassio Nunes, indicado pelo presidente para a vaga do decano Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. A sabatina deve ocorrer na semana de 19 de outubro.

Leia também:
Bolsonaro quer pastor evangélico no STF e sugere começar sessões com oração
Fux marca para o dia 8 de outubro julgamento sobre depoimento de Bolsonaro

Bolsonaro discursando em Brasília
O presidente da República, Jair Bolsonaro
Foto: REUTERS/Adriano Machado

À CNN, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), ressaltou que o almoço faz parte da nova estratégia de Bolsonaro de intensificar o contato direto com os parlamentares. “Deve ser mais constante. É uma reaproximação para entrosar mais a base”, disse.

Relatoria da indicação

Kassio Nunes será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado. A escolha do relator caberá à presidente do colegiado, Simone Tebet (MDB-MS). Segundo apurou a coluna, apesar de vários pedidos, a emedebista cogita se autoindicar como relatora.

A possibilidade é permitida pelo regimento interno da Casa. Apesar disso, o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), pediu à correligionária para ser o relator. Braga relatou a última indicação para o STF: a do ministro Alexandre de Moraes, em 2017.

Mais Recentes da CNN