Comissão Mista aprova convite para Pazuello explicar testes perto do vencimento

6,8 milhões de testes para Covid-19 não foram distribuídos e devem perder a validade entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021

Noeli Menezes, da CNN, de Brasília

Ouvir notícia
 


 

A Comissão Mista que acompanha as ações do governo federal para enfrentamento à pandemia aprovou nesta terça-feira (24) convite para o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, explicar por que a pasta não distribuiu a estados e municípios 6,8 milhões de testes para Covid-19 que devem perder a validade entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Segundo matéria do jornal Estado de S. Paulo, os testes do tipo RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde, estão estocados em armazém do governo federal em Guarulhos.

Leia também:
Bolsonaro diz que testes contra Covid encalhados são responsabilidade de estados

Efetivado no Ministério da Saúde, Pazuello quer mais proximidade com população
Efetivado no Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello quer mais proximidade com a população
Foto: Marcos Corrêa – 9.jul.2020/ PR

Além do requerimento do senador Wellington Fagundes (PL-MT) com convite a Pazuello, os parlamentares aprovaram um pedido de informações à Saúde, de autoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), sobre as razões para a não distribuição dos testes e se existe um plano para utilização desse material antes do vencimento.

A data da audiência com o ministro da Saúde ainda precisa ser definida, após consulta da comissão à pasta sobre a disponibilidade de agenda de Pazuello. Na ocasião, ele deve ser questionado também sobre as negociações da pasta para compra de vacinas contra Covid-19.

Mais Recentes da CNN