Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Comunidade israelense desanima de diálogo com Lula, dizem fontes

    Cúpula da Conib tampouco quer interlocução com o bolsonarismo e se recusa a ser capturada pela polarização política

    Bandeiras de Israel na praia de Copacabana, no Rio
    Bandeiras de Israel na praia de Copacabana, no Rio Divulgação

    Raquel Landimda CNN

    A comunidade israelense desanimou de tentar um diálogo com o presidente Lula, mas também não quer aproximação com os bolsonaristas, dizem fontes da cúpula da Conib (Confederação Israelita do Brasil).

    As tentativas da entidade de buscar um encontro com o presidente para tentar moderar suas declarações de comparar o Hamas e Israel foram frustradas, mesmo com a intermediação do ministro Alexandre Padilha.

    Fontes da Conib dizem ter confiança de que Lula não é antissemita, mas que ele não está disposto a conversar e que parece não identificar os interesses políticos por trás dos conselhos de alguns de seus auxiliares.

    A sensação é de frustração, já que Lula poderia, na avaliação dessas fontes, ser um intermediário entre Israel e o Irã para a libertação dos reféns capturados pelo Hamas.

    A cúpula da Conib tampouco quer interlocução com o bolsonarismo e se recusa a ser capturada pela polarização política. Líderes da comunidade dizem que não vão participar de jantar que vem sendo organizado pela oposição.