Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Condenação dos criminosos deve servir de exemplo”, diz AGU à CNN sobre julgamento de 8 de janeiro

    Advogado-geral da União, ministro Jorge Messias, disse estar seguro de que o STF irá responsabilizar os que promoveram os atos criminosos; julgamento começou nesta quarta-feira (13)

    Renata Agostinida CNN

    Brasília

    O advogado-geral da União, ministro Jorge Messias, disse estar seguro de que o Supremo Tribunal Federal (STF) irá responsabilizar os que promoveram os atos criminosos de 8 de janeiro.

    Segundo ele, a condenação dos criminosos deve servir como exemplo. “A sociedade não tolera mais o extremismo”, afirmou à CNN.

    “Estou seguro de que a Suprema Corte cumprirá seu papel e, com temperança e firmeza, aplicará a lei, responsabilizando os que cometeram os atos de barbárie contra a democracia”, disse.

    O julgamento dos primeiros acusados de executarem os atos de 8 de janeiro começou nesta quarta-feira (13). Para Messias, o que emergirá da Suprema Corte será emblemático e servirá como recado para a sociedade.

    “Espero mesmo que a condenação dos criminosos sirva como exemplo, demonstrando que a sociedade não tolera mais o extremismo e que a vontade da urnas deve ser sempre respeitada”, afirmou.

    O advogado-geral da União lembrou ainda do papel da pasta no caso. A AGU já apresentou seis ações por dano material e uma por dano material coletivo, buscando ressarcimento aos cofres públicos dos prejuízos causados pelos vândalos.

    “A AGU prosseguirá firmemente seu trabalho na busca da plena reparação dos danos materiais e morais causados à União, como no caso da destruição das sedes dos Poderes da República”, afirmou.

    Veja também – Análise: A repercussão política do julgamento dos primeiros réus pelo 8 de janeiro