Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Congresso avalia derrubar veto e governo diz que não havia acordo sobre cronograma de emendas

    Assunto já foi alvo de reclamações de Lira em conversas com o próprio Lula

    Raquel Landimda CNN

    São Paulo

    Aliados do presidente da Câmara, Arthur Lira, avaliam que há riscos de que o Congresso derrube o veto do presidente Lula ao cronograma de pagamento de emendas.

    O presidente sancionou nesta quarta-feira a Lei de Diretrizes Orçamentárias com vetos. Entre eles, vetou um cronograma que previa o empenho das emendas individuais até o fim do primeiro semestre.

    Pessoas próximas ao presidente da Câmara dizem que o Congresso garantiu praticamente todas as medidas econômicas propostas pelo ministro Fernando Haddad e acaba quase sempre sendo surpreendido por vetos do presidente.

    O assunto já foi alvo de reclamações de Lira em conversas com o próprio Lula.

    Fontes no Palácio do Planalto reagem e dizem que não havia garantia de sanção do cronograma de emendas.

    O Executivo considera um engessamento importante do Orçamento e uma limitação da capacidade do governo de fazer políticas públicas. Também avaliam com um avanço do Congresso nas prerrogativas do governo.