Daniel Silveira depõe na Polícia Federal por duas horas e meia

Defesa do deputado federal afirmou que devolveu a tornozeleira do parlamentar

Daniel Silveira, deputado federal pelo União Brasil
Daniel Silveira, deputado federal pelo União Brasil Plínio Xavier/Câmara dos Deputados

Gabriela CoelhoVianey Bentesda CNN

Brasília

Ouvir notícia

A defesa do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) afirmou que devolveu a tornozeleira do parlamentar às 19h50 desta quarta-feira (4). O parlamentar continua sem o equipamento.

Silveira também esteve hoje na sede da Polícia Federal e o depoimento durou cerca de duas horas e meia. O teor da oitiva ainda não foi divulgado.

Segundo fontes que estão na investigação, o depoimento se baseou em declarações sobre a suposta desobediência judicial do parlamentar.

Mais cedo, o parlamentar disse à oficial de Justiça Doralúcia das Neves que “não vai mais usar tornozeleira, pois está cumprindo o decreto do Presidente da República“.

Na terça-feira (3), o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou a aplicação de multa R$ 405 mil ao deputado bolsonarista por descumprimento de restrições impostas pela Corte —entre os quais o uso da tornozeleira eletrônica e a proibição de participar de eventos públicos e conceder entrevistas.

Para que o valor da multa seja preservado, Moraes determinou o bloqueio de bens das contas do parlamentar e o bloqueio parcial em até 25% dos vencimentos de Silveira pagos pela Câmara dos Deputados, “até o cumprimento integral da multa aplicada”.

 

Mais Recentes da CNN