Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Daniela Carneiro fica “por enquanto”, afirmam fontes do Planalto à CNN

    Governo busca uma saída menos constrangedora para Daniela da pasta, sem quebrar a aliança com o prefeito de Belford Roxo, Waguinho Carneiro, marido da ministra e apoiador de Lula nas eleições passadas

    Daniela Carneiro, ministra do Turismo
    Daniela Carneiro, ministra do Turismo Ministério do Turismo

    Basília Rodriguesda CNN

    em Brasília

    Após reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, nesta terça-feira (13), fontes do Palácio do Planalto afirmaram à CNN que ela continua na pasta “por enquanto”.

    O governo busca uma saída menos constrangedora para Daniela da pasta, sem quebrar a aliança com o prefeito de Belford Roxo, Waguinho Carneiro, marido da ministra e apoiador de Lula nas eleições passadas.

    De acordo com interlocutores da Presidência, a negociação para trocar o comando da pasta continua, já que o desafio de articular com o Congresso é considerado o maior problema que precisa ser corrigido.

    À CNN, o presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, afirmou que a decisão cabe a Lula e evitou comentar a permanência de Daniela na pasta.

    “A decisão é do presidente da República. Foi o PT que ganhou as eleições e não o União Brasil. Em qualquer sistema, seja o parlamentarismo ou o presidencialismo, quem manda é o chefe de governo. Não cabe ao União Brasil exigir nada”, acrescentou.

    Mas, sob reserva, integrantes da legenda repudiaram o anúncio formal do Planalto de que a ministra continua, ainda que por enquanto.

    Um dos negociadores do partido afirmou à CNN que “uma pessoa que quer sair do partido não tem nenhum prestígio na bancada”, em referência à Daniela Carneiro.

    A ministra deve ir, nesta tarde, à Câmara, onde participa de reunião da Comissão de Turismo. A pauta: Planos e programas do Ministério do Turismo para 2023.