Daniela Lima: embates no STF indicam que Fux terá administração tensa na Corte

Para a jornalista, críticas do ministro Marco Aurélio durante julgamento sobre soltura de André do Rap acabou sendo a 'cereja de um bolo azedo'

Da CNN

Ouvir notícia

No quadro Em Off desta sexta-feira (16), na CNN Rádio, Daniela Lima fala sobre a gestão de Luiz Fux na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), após embate com ministro Marco Aurélio Mello e críticas de outros magistrados.

“Achei tudo muito forte na fala do Marco Aurélio. A gente precisa levar em consideração que os outros ministros que votaram e vários também fizeram reparos públicos ao método que Fux adotou para derrubar a decisão que soltou o André do Rap”, afirmou.

“Como já tinha havido esses recados antes, a fala de Marco Aurélio acabou sendo cereja de um bolo azedo. Ou seja, teve ainda neste sentido de censura um recado muito direto dos colegas: ‘eu sou você amanhã’”, completou.

Assista e leia também:

Marco Aurélio chama Fux de autoritário: ‘Quer me ensinar como votar’
Decisões monocráticas são a raiz dos problemas no STF, diz jurista

A jornalista afirmou que esse episódio é diferente de outros embates vistos no STF, como quando o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que Gilmar Mendes era “a mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia”, porque trata-se de um embate entre o novo presidente e o novo decano da Corte.

“Marco Aurélio não é do tipo que esvazia o pote de mágoas de um dia para o outro, podemos esperar novas cutucadas. [O caso também] vai mostrar que Fux vai ter que caminhar por uma linha bastante tênue para não ser reacionado pelos colegas por esse episódio”, disse.

FIca uma marca no início – tem um mês e seis dias da gestão Luiz Fux – de que sim, ele será observado de perto e não poderá tomar decisões como fez no caso do André do Rap como regra. O que indica uma administração bastante tensa”, concluiu.

Em off
Quadro Em Off, com Daniela Lima, na CNN Rádio
Foto: CNN Brasil

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN