Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Defesa de Bolsonaro diz que decisão que proibiu uso de imagens da ONU é “descalibrada”

    Parecer foi dado pelo ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que analisou pedido feito pela campanha de Ciro Gomes (PDT)

    Gabriela Coelhoda CNN

    em Brasília

    A defesa da campanha de Jair Bolsonaro (PL) afirmou à CNN que a decisão que o proibiu de usar em sua propaganda à reeleição imagens do discurso que proferiu na Organização das Nações Unidas (ONU) é “descalibrada” e vai recorrer.

    “Também já estamos preparando defesa. A liminar está descalibrada!”, disse o advogado Tarcísio Vieira à CNN.

    A decisão é do ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que analisou um pedido feito pela campanha de Ciro Gomes (PDT).

     

    Para o ministro, é possível observar, do material apresentado, que o discurso, “sob pretexto de propor uma reflexão à comunidade internacional, rapidamente é direcionado para que cada governante avalie o que está acontecendo no plano interno, por ser o que dá a medida da autoridade com que agimos no plano internacional”.

    Segundo o ministro, ao adentrar a propaganda, o material, que “reproduz motes reiteradamente repisados pelo investigado na condição de candidato, é passível de incutir no eleitorado a falsa percepção de que assiste a uma demonstração de apoio internacional à candidatura, quando, na verdade, o investigado está representando o Brasil no exercício de prerrogativa reconhecida ao país desde o ano de 1949.”

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

    Fotos – os candidatos a vice-presidente nas eleições