Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Delegados de polícia serão chamados para ajudar a CPI da Pandemia

    Deliberação deve acontecer na noite desta segunda-feira (14), quando o G7 vai se encontrar na casa do presidente da CPI, senador Omar Aziz

    Da CNN, em São Paulo

    Com a aprovação da quebra de sigilo telefônico e telemático de investigados na CPI da Pandemia, o G7 – grupo de senadores independentes e de oposição que comanda a comissão – pretende chamar delegados da Polícia Federal e da Polícia Civil para ajudar com a análise do material que será enviado. A informação é da âncora da CNN Daniela Lima.

    A deliberação deve acontecer na noite desta segunda-feira (14), quando o G7 vai se encontrar na casa do presidente da CPI, o senador Omar Aziz (PSD-AM), para discutir a recusa do STF (Supremo Tribunal Federal) do pedido da quebra de sigilo de dois ex-servidores do Ministério da Saúde.

    A expectativa é que os senadores saiam da reunião com a lista dos policiais que serão chamados a ajudar na investigação.

    A ideia da CPI é ampliar a apuração e extrair todos os dados possíveis dos materiais que serão enviados por conta da quebra de sigilo, especialmente dos ex-ministros Eduardo Pazuello e Ernesto Araújo.

    A CPI também vai atrás de grupos e pessoas que defendem o tratamento precoce contra a Covid-19. A estratégia para analisar os documentos é de “seguir o dinheiro” aplicado em políticas de combate à pandemia.

    O presidente da CPI da Covid Omar Aziz (PSD-AM) e senadores em coletiva
    O presidente da CPI da Covid Omar Aziz (PSD-AM) e senadores em coletiva após a sessão com o ex-ministro da Saúde, Nelson Teich (05.mai.2021)
    Foto: Reprodução / CNN